Archive for Novembro 2012

Dieta pelo bem do relacionamento

Explicação:

Ando me sentindo com baixa alta estima, o que vem prejudicando determinadas coisas que eu gostaria de fazer com o boyfriend. Nada sexualmente relacionado, mas sim coisas da vida que toda mulher evita, mesmo que esteja apenas com 1kg a mais do que ela acha o ideal para ela. hahahah Então acho que, se eu me dedicar a isso, tudo melhorará. Women`s neurosys.. kkk

Segunda, 26 de novembro
Café da manhã: 1 yakult + queijo minas e orégano
Lanche da manhã: 1 maçã + barrinhazinha de trio morango com chantilly
Almoço: Frango assado + arroz + feijão  + 1 coca zero.
Sobremesa: picolé la fruta morango.
Lanche da tarde: batata sensações de peito de peru [acabei vindo pra casa por causa da passeata dos royalties no centro e sucumbi ao sono. Quando acordei, morrendo de fome, sucumbi à batatinha.. argh, péssimo] + biscoitos nesfit [tava com fome ainda. óbvio, desde quando batata alimenta!? Pelo menos biscoito dá uma tapeada - e engorda ainda mais.. arghhh].

Inspiração:



Posted in | Leave a comment

Eu quem?

Sabe aquela mulher apegada, dependente, ciumentinha e que adora criar uma celeuma porque o namorado foi na esquina e não avisou? Que ser humano abominável.. eu me tornei. Jesus, acende a luz! Mas vamos começar por partes..

Ironicamente, mudei o status do relacionamento para: sério (irônico diante do post anterior), há mais ou menos um mês. Entendido isso, vamos lá.

Não sei se é a minha falta de vida (estudo sempre e descanso nunca), mas eu estou louca há um tempinho já. Dito cujo pode aproveitar a vida e isso me enloquece de uma maneira que eu não sei se sou ciumenta ou invejosa. Isso é ciúme dele ou é inveja da disponibilidade de vida dele? Ou os dois?

Eu só sei que entramos em uma espiral não muito legal de brigas e policiamento da vida alheia. Mais eu do que ele, confesso, porque ele mesmo nem tem o que se preocupar, já que ou eu sempre estou estudando ou eu sempre estou estudando.

Eu sei que o primeiro passo é admitir, e eu admito: puta mulher ciumenta-invejosa que eu sou. Meu lado controlador gostaria de descobrir se eu sou mais ciumenta ou invejosa - e talvez por isso eu tenha começado a escrever esse texto - mas ouso dizer que só saberei isso quando eu tiver tempo livre para poder aproveitar um pouco a vida e perceber se continuo meio pirada das ideias.

Não estou gostando do ritmo que eu imprimi nessa relação, por causa desses sentimentos péssimos e reais que me habitam. Nossa.. como eu gostaria de estar na terapia. Aliás, foi só eu sair da terapia ($$$) pra começar a precisar muito dela. Juro, antes eu mais passava tempo do que resolvia alguma coisa, porque não tinha nada imediato a ser resolvido. Agora tem: heeeelp!!!

Mas também não sei medir.. eu fico o dia inteiro sem falar e falo no final? Falo em doses homeopáticas, mas me controlo se a resposta demora pra chegar? Isso porque eu tenho a convicção de que ele tem menos coisas pra fazer do que eu - tá, de repente minha visão é parcial quanto a isso, pelo menos durante os dias da semana, porque quanto aos finais de semana ele não tem nada nunca pra fazer e eu sempre tenho obrigações mil.

Ah, sei lá.. estou numa fase de vida muito difícil para lidar bem com as possibilidades do outro, enquanto as minhas são tão restritas. Aí junta o fato de ele ser distraído, nunca ter tido um namoro tão sério antes (estamos juntos há quase um ano, só que o namoro oficializamos há pouquinho tempo) etc.

Ai papai.. queria um conselho eficiente. Alguém pode disponibilizar for free

Posted in | Leave a comment

Search

Swedish Greys - a WordPress theme from Nordic Themepark. Converted by LiteThemes.com.